A campanha Janeiro Branco chama a atenção para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional. O tema deste ano é “Todo cuidado conta”, e ela talvez não tenha sido tão necessária quanto neste momento de pandemia.

Além de questões pessoais e sociais, algumas profissões podem exercer forte pressão na rotina das pessoas, interferindo em sua qualidade de vida e saúde física e mental, e as atividades relacionadas à comunicação, que é o nosso caso, estão sempre presentes nessa lista.

Se no dia a dia, manter uma comunicação clara e efetiva com as pessoas pode não ser muito fácil, imagine ter essa tarefa como profissão, seja como jornalista, publicitário, social media, profissional de marketing ou relações públicas. São muitos os desafios e exigências, além de prazos apertados, excesso de demandas e a competição do mercado.

Das 30 profissões consideradas mais estressantes para 2021, a comunicação está em três – jornalista, coordenador de eventos e relações públicas –, ao lado de outras como bombeiro, cirurgião, professor, policial militar e carcereiro.

A síndrome de burnout é a grande vencedora dentre as patologias, até porque ela é considerada um fenômeno ligado especificamente ao trabalho – excesso de telas e de conteúdos está entre suas causas. Muitos canais, muitos meios representam sobrecarga de tarefas, pedidos, pendências, e se o profissional é perfeccionista, o quadro tende a se intensificar.

Em 2017, a síndrome levou um grupo de publicitários a questionar a profissão, e desencadeou uma pesquisa sobre hostilidade, silêncio e omissão nas agências, organizada pelo Grupo de Planejamento de São Paulo. Também, há décadas, é grande preocupação entre jornalistas.

O Hootsuite preparou um texto há dois anos dando dicas de sua própria equipe de marketing para conter o burnout – certamente, a lista é válida para grande parte da população, profissionais da comunicação ou não:

  • Estabeleça limites
  • Dê descanso para seus olhos
  • Levante e se mexa
  • Tenha um sono de qualidade
  • Estruture seus horários
  • Delete aplicativos do celular
  • Faça um detox digital quando possível

Cuide-se e cuide de quem está à sua volta!